Caucaia cumpre todos os indicadores de combate ao mosquito da dengue

0

O primeiro encontro do colegiado aconteceu no último dia 16 de dezembro

Caucaia cumpriu todos os indicadores de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da zika e da febre chikungunya, e superou, dentre outros cinco critérios, a meta de 80% de cobertura de visitas domiciliares feitas por agentes de endemias.

Os critérios são avaliados pelo Governo do Estado, via Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), que promove concurso para estimular os municípios cearenses na luta contra as doenças e premiar as cidades que alcancem os indicadores.

Conforme o Núcleo de Endemias e Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram feitas 128.096 visitas nos últimos seis meses de intensificação das ações de vigilância e controle das arboviroses.

Além disso, Caucaia notificou pelo menos 80% dos casos dessas doenças em tempo oportuno, criou um comitê específico para lidar com esse tipo de demanda, fez três análises de infestação predial (chegando a ficar abaixo de 1% num dos ciclos), realizou dois Levantamentos de Índices Rápidos (Liras) em zona urbana e elaborou e aprovou no Conselho Municipal de Saúde o Plano de Contingência das Arboviroses 2020.

O cumprimento de todos esses indicadores é importante para este início de quadra chuvosa, quando muitos casos de dengue, zika e chikungunya podem ser registrados graças à facilidade de o mosquito reproduzir-se em água parada.

Caucaia, nos últimos dois anos, destaca-se pela redução de mais de 90% de casos de arboviroses. Como forma de continuar sendo referência no combate ao Aedes aegypti, a atual gestão vem intensificando as ações de prevenção.

Para além da regular coleta de lixo e a contínua visita de agentes de endemias aos domicílios, a Prefeitura promove atividades educativas em escolas e espaços e eventos públicos, e tem integrado ações de diversas secretarias contra o avanço das doenças.

Na primeira quinzena de janeiro, um novo encontro do Comitê acontecerá para análise e definições de ações para os primeiros meses de 2020. .

Coordenador do Núcleo de Endemias e Zoonoses da SMS, Francisco Pires lembra o quão importante é a ajuda da população no combate ao mosquito para o bem-estar da cidade. “Tampar as caixas d’água e pneus, virar as garrafas e limpar periodicamente o quintal são ações que ajudam a evitar os riscos de arboviroses”, sugere Pires.

INDICADORES AVALIADOS PELO GOVERNO

INDICADOR 1
80% dos casos notificados de arboviroses em tempo oportuno.

INDICADOR 2
Criação de Comitê com reuniões mensais e alimentação do Sistema de Monitoramento.

INDICADOR 3
Atingir no mínimo 80% de cobertura de visitas domiciliares.

INDICADOR 4
Três análises da infestação predial.

INDICADOR 5
Realização de Levantamentos de Índices Rápidos na zona urbana (Julho e Novembro).

INDICADOR 6
Elaborado e aprovado no Conselho Municipal de Saúde o Plano de Contingência das Arboviroses 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here