Bolsonaro volta criticar prefeito de NY: “Paspalhão”

0

“Se tivesse PSOL lá, o partido adequado dele seria o PSOL”, afirmou o presidente sobre o prefeito norte-americano

presidente Jair Bolsonaro respondeu há pouco, em entrevista à Rádio Bandeirantes, a declarações do prefeito de Nova York, Bill de Blasio, do Partido Democrata, que voltou a atacá-lo nas redes sociais.

Bolsonaro disse que não pode ir a Nova York, onde seria homenageado como “Pessoa do Ano” pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, porque poderia levar “ovo na cara” e enfrentar balbúrdia e “essa imagem ficaria para o mundo todo”. “Fica complicado com um prefeito trabalhando contra mim.”

Blasio compartilhou uma reportagem em que Bolsonaro o chama de “radical” e afirmou: “Se você quiser desembarcar em nossa cidade e se gabar de destruir o Meio Ambiente ou de ser um orgulhoso homofóbico, então os nova-iorquinos irão te criticar por sua porcaria”.

Para Bolsonaro, Blasio é um “bobalhão”, “paspalhão” e “fanfarrão”. “Se tivesse PSOL lá, o partido adequado dele seria o PSOL”, afirmou. O presidente acusou o prefeito de Nova York de “ir para cima” da comissão do prêmio e do hotel que sediaria o evento. “Ele (Blasio) se organizou abertamente para o pessoal jogar ovo, jogar estrume”, disse. “Não é esse o comportamento de um prefeito, ele quer disputar as prévias do Partido Democrata para disputar contra o Trump, mas ele é um fanfarrão e não vai conseguir nada”, disse.

O presidente afirmou ainda que a organização do evento “não fez nada para acalmar a situação”. “A imagem para o mundo é que eu estaria sendo pessimamente recebido nos Estados Unidos, mas fui muito bem recebido pelo Trump”, comparou.

Com Informações Notícias ao Minuto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here